quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Velho Baú - vs - Arca Nova

Esta é apenas uma demonstração de uma possivel recuperação ou restauro de uma peça de mobiliário que à primeira vista parece um caixote para deitar fora, para pôr no barracão ou na quinta para arrumação de ferramentas. Claro que a sua aparência é desatrosa, mas tudo pode mudar. Na maior parte das vezes basta um pouco de imaginação, paciência, algumas opiniões e as ferramentas certas.
Antes

Este velho baú, que hoje apresento, estima-se ter uma idade superior a 50 anos.


A textura exterior é envolvida em papel colado directamente na madeira, com reforços e adornos em chapa metálica, nos cantos.


As ferragens e fechaduras apresentam-se completamente danificadas, sem arranjo possivel.




Pode ver-se pelas imagens que toda a sua textura e aspecto se encontram num estado lastimável, possuindo o seu interior, inclusivé, forrado com papel texturado.

Para a execução do restauro deste baú, comecei por retirar todas as ferragens metálicas e adornos, de remoção possivel, de forma a manter as superficies o mais livre possível para uma lixagem mais facil e mais perfeita.

Procedi-se a uma remoção quase completa do papel de ornamentação, seguido de uma lixagem das superficies com a progressiva diminuição do tamanho do grão da lixa (50; 80; 100; 120; 220; 440; 600).

Porteriormente verifiquei a nececidade de alguma alteração nos entalhes ou furação para a aplicação das ferragens e procedi às alterações necessárias para as mesmas.


Apliquei betume para madeira em todas as fresta ou fendas necessárias, recorrendo à utilização de tiras de madeira nas fendas de maior dimensão. O betume pode ser comprado em qualquer loja de materiais de construção.

A aplicação das madeiras de ornamentação foram a etapa seguinte. A disposição das mesmas, depende da opinião de cada um, tendo em conta o ambiente e conjunto de mobiliário onde será incorporado.

Quanto a acabamento poderá encontra algumas dicas neste blog, tanto em relação a velaturas como vernizes. Caso ainda não esteja disponivel, possivelmente, estará nos proximos dias.


Depois


Todo a interior foi vedado com esponja de chão flutuante, apenas para protecção do tecido, que posteriormente foi utilizado para estofar, dando o acabamento final.
Como pode ser evidente todas a ferragens foram substituidas por outras novas, cromadas. Claro que a fechadura foi o mais dificil de arranjar, uma vez que estes modelos já não se fabricam. Caso precises de uma, tenta procurar em lojas de ferragens ou ferramentas mais antigas, ou mesmo em antiquários. Claro que pode não ser uma busca fácil mas não é impossivél.
Foram aplicados, também, os quatro pés da arca, inexistentes no baú inicial.
























Observando as fotografias apresentadas, aparece que tudo isto é facil e que se faz em apenas algumas horas. Não é bem assim. Exige alguma disponibilidade e dedicação, para ser um projecto com pernas.
Alguma dúvida perguntem ou comentem ....
Para os incrédulos, existem mais fotografias..........Lol

5 Opiniões ... Deixa ficar a tua...:

orquídea disse...

Descobri o seu blog por acaso e fiquei fascinada com o seu trabalho! O blog está muito bom e dá dicas óptimas. Também tenho uma arca para recuperar mas é bastante diferente desta. É muito mais antiga, servia para transportar medicamentos (ainda tem as etiquetas da farmácia e do fabricante por dentro), é em madeira com tela e a parte de dentro é forrada a papel. O papel está em pior estado do que o desta arca e a tela exterior está um pouco danificada. Gostaria de recuperá-la porque é um objecto que estimo muito mas tenho receio de pô-la "nas mãos erradas". A minha ideia era recuperá-la mas mantendo tudo como o original. O pior é o papel... Não faço ideia como tirá-lo nem como comprar um do género e como colocá-lo. A parte de fora está razoável, precisa apenas de uma limpeza... Se puder dar-me umas dicas, já tenho com que me entreter este verão! Já agora, vou ajudar os meus sogros a recuperar uma casinha alentejana e fiquei incubida de pintar um louçeiro de parede. Queria tirar aquela tinta, retirar o papel que tem por dentro e pôr um novo. Como não me parece que a madeira esteja em bom estado, vamos pintá-la. Sou principiante e nunca fiz nada do génoro pelo que quaisquer dicas são bem-vindas! Continue com o excelente trabalho que tem desenvolvido neste blog!

Renata Brigeiro disse...

O Baú ficou lindissimo... Novo!!!
Tenho dois baús, um é forrado em couro, o outro numa espécie de napa.
O de Napa está em óptimo estado, mas gostava de lhe dar uma nova cara.
O de couro, fiz um pequeno tratamento à alguns anos, mas não ficou bom. Lixei o baú po fora e "engraixei" por causa de ser couro. Por dentro utilizei papel autocolante (que está a soltar todo). Se eu retirar as ferragens o baú não se desmonta todo? Vou tirar algumas fotos, postar no meu blog (milhodepipoca.blogspot.com) e gostava da sua opinião de o que e como fazer. Obrigada e Parabéns pelo seu trabalho que ficou óptimo.

Dicaf disse...

Olá Renata
Desde já agradeço a visita ao blog.
Provavelmente, se o baú foi feito de uma forma minimamante correcta, ao retirar as ferragens ele não se irá desmontar. As ferragens são apenas adornos aplicados pós fabrico do baú.

Passo igualmente a sugerir o acabamento por dentro do baú, uma alternativa ao papel autocolante.

Sugiro o interior estofado.

Comece pelo fundo. Corte uma placa de platex fina, à medida do fundo , deixando uma margem de folga, e envolva a superficie lisa com uma fina camada de esponja, e com tecido deixe o seu acabamento estofado. Com cola de contacto fixe esta peça ao fundo do baú. Depois proceda de igual forma com as restantes laterais.

Bem, esta é apenas a minha opinião.

Pode contar com outras opiniões e ideias de como fazer ou melhorar.

Dicaf

Anónimo disse...

este bau ainda não era muito velho e teve que ser restaurado e eu tenho em minha casa um que tem mais de 200 anos foi feito de uma madeira de outro bau velho e ainda nen sequer esta picado, nunca teve que ser restaurado e esta em muito melhores condicoes que esse.

Dionne Pontes disse...

Vou ter trabalho semelhante ao seu...com diferença que o meu é todo revertido em couro...mas as suas dicas irão me ajudar bastante!
Parabéns pelo trabalho!

Enviar um comentário

Deixa a tua sugestão, a tua opinião ou critica...